Apps falsos prometem auxílio de R$ 600, mas roubam dados; veja links corretos

Lançado na manhã da última terça-feira (7), o aplicativo oficial do governo para o cadastramento de trabalhadores informais que serão beneficiados com o auxílio emergencial de R$ 600 pelos próximos três meses já é alvo de golpes. Isso porque, paralelamente, surgiram outros similares que tentaram roubar os dados pessoais dos usuários, aproveitando-se do programa federal que visa diminuir o impacto do coronavírus (Covid-19).

Bastava entrar nas lojas dos sistemas operacionais para ver uma série de plataformas que prometiam “facilitar” o cadastramento do beneficiário. Há também aplicativos que buscavam explicar como o auxílio será concedido, mas, na verdade, capturavam os dados para que os falsários faturassem em cima do benefício dos usuários. 

Para tal, esses aplicativos tinham nome e identidade visual parecidos com os da plataforma oficial desenvolvida pela Caixa Econômica Federal. Eles, inclusive, aparecem primeiro nas buscas quando usado o termo “auxílio governo”.

Por isso, fique atento! Veja abaixo quais são os aplicativos oficiais da Caixa para o auxílio emergencial: 

Android e iOS 

Links falsos

Outro golpe visando aos recursos do Auxílio Emergencial na internet, conforme verificou a reportagem de O Tempo na última terça-feira. Nele, o cidadão, por meio de um link falso, faz o cadastro para ter direito ao benefício, mas, na verdade, tem os dados roubados.

A mensagem afirma que os pagamentos começaram nessa terça-feira (7) e que é possível sacar a quantia imediatamente após preencher os dados. As informações são falsas. Desde março, de acordo com o Laboratório Especializado em Segurança Digital da startup PSafe, foram detectados mais de 6,7 milhões de compartilhamentos e acessos somente a esse golpe.

Ao clicar no site indicado, o usuário é levado a três perguntas: "Você recebe Bolsa Família?"; "Você é autônomo?; e "Você quer receber o auxílio?". Após respondê-las afirmativamente, aparece uma mensagem dizendo que o benefício foi aprovado, mas que, antes, é necessário enviar o link para seus contatos no WhatsApp.

“Para tornar o ataque mais verídico, alguns golpes se aproveitam de ações reais que grandes empresas e o governo estão realizando para enfrentar o coronavírus, como a doação de álcool em gel e pagamento de benefícios à população. E a tendência é que o número de ataques e de vítimas aumente nos próximos dias, principalmente em decorrência do agravamento da situação do país neste momento de crise”, explicou Emilio Simoni, diretor da empresa.

A PSafe, no entanto, informou que existem diversos links pelos quais o ataque de criminosos virtuais vem sendo disseminado, como auxilio-corona.info, auxiliocorona.com, auxiliocidadao.com, auxiliocidadao.archivezap.live/ e bit.ly/AuxilioCidadao.

Grande parte deles, segundo a empresa, tem o objetivo de roubar dados pessoais e financeiros das vítimas ou levá-las a páginas falsas para visualizar publicidades excessivas.

Outras Notícias

ABONO SALARIAL

A Caixa inicia nesta terça (30) o pagamento do abono salarial referente ao calendário 2020/2021 para trabalhadores na...

Após ter anunciado, governo diz agora que não pode antecipar 2ª parcela do auxílio de R$ 600

O Ministério da Cidadania divulgou uma nota nesta quarta-feira (22) na qual informou que o governo não pode...

22 milhões já se cadastraram para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Um dia após o início do cadastramento, mais de 22 milhões de pessoas já se inscreveram no programa de auxílio emergen...

Audiência de conciliação entre Vale envolve Igarapé e São Joaquim de Bicas

Acontece na tarde desta terça-feira (18) a décima audiência entre representantes da Vale S/A e de instituições do sis...